Parceiro

Últimas Notícias

Socorro em tempos terríveis


"Meu povo foi destruído por falta de conhecimento". (Oséias 4:6 NVI)
A afirmação é definitiva. Assim como foi no passado, está sendo no presente. Tantas heresias, dissensões, intrigas, escândalos...irmãos mais fracos na fé perecendo...a apostasia se espalhando nos arraiais cristãos. Confesso que fico triste em perceber a maldade e toda sorte de caráter mundano em muitos irmãos que se dizem cristãos. Ao ponto de me fazer refletir sobre até que ponto também sou contaminado pela soberba que toma conta de muitos irmãos nestes tempos.

A falta de conhecimento bíblico está diretamente associada à crise no evangelicalismo em todo o mundo. É gente deturpando o evangelho de um lado, levando muitos para o erro doutrinário, e do outro alguns com uma postura crítica tão carregada de mundanismo que fica difícil perceber a Cristo neste tipo de atitude. Com bem disse Berilo Neves: "a ironia é uma forma elegante de ser mau". É óbvio. Muitos que rasgam o verbo contra o erro doutrinário de grande parte dos evangélicos em nossos dias erram na mão ao utilizar-se da ironia e do humor-deboche, da linha de humoristas de baixa casta tipo Pânico ou Jackass.

É uma estratégia de marketing para atrair visualizações nesses dias em que a defesa do evangelho puro e simples não parece suficiente para muitos. É mais um método carnal para atrair pessoas carnais. Os cristão de nossos dias leem mais posts no facebook do que versículos na Bíblia. A maioria, pelo menos. Quando muito, leem postagem dos apologistas em centenas de blogs espalhados na blogosfera. Uma nova categoria de cristãos vem surgindo em nossas searas. Gente debochada, com muita opinião, mas pouca disposição ao serviço, principalmente quando ele passa longe dos holofotes.

É triste constatar o que já foi anunciado há tempos. Quem se surpreende com isso, precisa ler a Bíblia com mais atenção. Paulo já alertara Timóteo desses tempos terríveis. Com um exército de egoístas, presunçosos, soberbos, arrogantes, precipitados e blasfemos, até mesmo entre os cristão. "Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te". (2 Timóteo 3:5 ACF)

A saída, como bem disse Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, é permanecer naquilo que temos aprendido, sabendo de quem o aprendemos, firme na fé que há em Jesus. Isso tudo vai passar. Enquanto isso, exercitemos o fruto do espírito, notadamente o amor, a paz, a paciência, a mansidão e o domínio próprio. O que todos precisamos é mergulhar na fonte da água da vida, na palavra, espada do espírito e aprender naquilo que Jesus deixou para nós: "Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça". (2 Timóteo 3:16 NVI)