Posted by : Fred Novaes quinta-feira, 29 de agosto de 2013


Deixar de "engolir sapo" é a receita do mundo para emagrecer, ficar bonito e ganhar autoestima. Pelo menos foi a sugestão vista num programa televisivo que tenta ensinar os brasileiros a viver com bem-estar. Esse tal "engolir sapo" é metáfora para ser pacífico, compassivo, prudente e obediente. Deixar de engolir sapo, então, seria correspondente a responder a tudo "na lata", com reação proporcional à ação inicial. Dar vazão à ira, não guardar nada, mas reagir sempre. O programa até tentou respaldo de psicólogo para essa estratégia contra a compulsão alimentar. Mas não há argumento científico convincente para questões de comportamento àqueles que tem a Bíblia como manual de vida.

Pois vamos aos fatos. O cristão não deveria precisar de psicólogo para exercitar o domínio próprio. Esse é um dos frutos do Espírito de Gálatas 5:22-23. Para evitar a compulsão alimentar, basta entender que ele não pode se tornar escravo de nenhuma coisa criada, mesmo as que são lícitas. E muito menos sair gritando com todo mundo que pisa no seu pé. A verbalização de sentimentos extremos não encontra amparo bíblico. O cristão é manso porque entregou seus direitos a Deus, de quem espera a justiça em todas as coisas. "O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto". (Provérbios 12:16)

Da mesma forma, o cristão responde o mal com o bem, seguindo os passos do nosso Senhor. "A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira". (Provérbios 15:1). O homem refém de seus humores é visto como um tolo na Bíblia. "A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas". (Provérbios 19:11) O cristão alcança isso alimentando-se da força espiritual que lhe permite suportar todas as coisas, com ânimo divino que lhe renova em todas as horas. "Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou". (Colossenses 3:13). O exemplo de Cristo é a maior força contra todas as injustiças deste mundo.

Os psicólogos de botequim também tendem a colocar na ansiedade a culpa para alguns tipos de desvios alimentares. A Bíblia também tem remédio para isso, sem que seja necessário liberar o "grito raivoso" como terapia libertadora. Ao cristão basta amar, obedecer a palavra, ter comunhão com Deus pela oração em todas as horas e ter uma fé viva. Se lhe falta sabedoria, peça a Deus que a todos dá liberalmente. "O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor". (1 Coríntios 13:4-5)


{ 1 comentários... read them below or add one }

  1. Concordo em gênero, número e grau.Precisamos aprender com a psicologia bíblica, de JEsus.
    Gostaria também de acrescentar que seria muito útil que pudéssemos ter psicólogos cristãos para poder influenciar positivamente nas questões notadamente acadêmicas que nossa geração propõe.

    ResponderExcluir

Não deixe passar em branco

seguir pelo e-mail

críticas

populares

curtidas

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © adora manaus -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...