Posted by : Fred Novaes terça-feira, 8 de maio de 2012


Existe uma blindagem ética para os costumes dos povos que impede qualquer crítica sob o prisma do bom-senso? O questionamento cabe quando analisamos argumentos que visam tornar aceitáveis práticas como a extirpação de clitóres em mulheres e outras iniciativas que ferem princípios consagrados dos direitos humanos. "Não, mas isso é da cultura daquele povo", dizem alguns antropólogos de botequins. "Nós é que não aceitamos as diferenças", completa outro  "estudioso".

Sob esse argumento, a Embaixada do Irã em Brasília tentou passar a mão na cabeça do diplomata Hekmatollah Ghorbani que foi acusado de tocar na genitália de meninas na piscina de um clube na capital do Brasil. Para os embaixadores, o problema foi decorrente da "incompreensão para as pessoas que estão vivendo num ambiente alienígena às suas características culturais".

Da mesma forma, muitos machos alfa se corroeram de inveja ao ver o presidente sul-africano Jacob Zuma na dança do "leopardinho" durante o seu casamento com a sexta mulher. Para aquele povo, a poligamia é aceita e tolerada pelas leis do país. Nem por isso bato palma para o espetáculo. Não me curvo para as regras humanas. Cada um no seu quadrado, mas tenho o direito de expor meu ponto de vista sobre essas práticas, independentemente de ser um costume ancestral de algum povo.

Outro dia também fui criticado no facebook por uma postagem em tom de brincadeira sobre o casamento de uma criança de 5 anos com um cachorro na Índia. O tal argumento "cultural" foi a primeira bandeira desfraldada. Como se a justicativa cultural fosse um antídoto para a aberração expressa no casamento de uma criança com um animal. Aberração para quem? pode me questionar algum defensor da diversidade cultural. É...pelo menos para mim que construo minha ética sob os princípios bíblicos.

Ahh... você acha que a Bíblia é mais um livrinho com histórias bonitas para manipular a consciência de muitos...tudo bem, meu amigo, mas respeite o meu ponto de vista. Você pode ler a bíblia dos ateus, de A. C. Grayling. Ali você vai achar o que procura. Aqui eu não estou preocupado em agradar o mundo e suas culturas. Meu compromisso é com a Palavra. Por isso deixo algumas reflexões bíblicas sobre o tema para os leitores. Porque temos de ser um povo separado das tradições humanas que ferem os princípios de Deus para seus filhos.

"O povo de Israel, os sacerdotes e os levitas, não se têm separado dos povos destas terras, seguindo as abominações dos cananeus, dos heteus, dos perizeus, dos jebuseus, dos amonitas, dos moabitas, dos egípcios, e dos amorreus". (Esdras 9:1)
"Tornaremos, pois, agora a violar os teus mandamentos e a aparentar-nos com os povos destas abominações? Não te indignarias tu assim contra nós até de todo nos consumir, até que não ficasse remanescente nem quem escapasse?". (Esdras 9:14)
Sereis para mim santos, porque eu, o Senhor, sou santo, e vos separei dos povos para serdes meus...(Levítico 20:26)
"E ser-me-eis santos, porque eu, o SENHOR, sou santo, e vos separei dos povos, para serdes meus". (Levítico 20:26)
Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus”. (Tiago 4:4)
Pelo que saí do meio deles, apartai-vos, diz o Senhor. Não toqueis nada imundo, e eu vos receberei. E serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso”. (2 Corintios 6: 14-18)

{ 1 comentários... read them below or add one }

  1. Gostei do seu artigo muito sensato não podemos abrir mão do direito que temos de nos posicionar contra tais atrocidades,que são praticadas sob o argumento,de que fazem parte dessa ou daquela cultura .A biblia é muito clara quando diz:Aquele pois que sabe fazer o bem e o não faz,comete pecado {Tg4;17}.O silencio dos bons é pior do que o grito dos maus

    ResponderExcluir

Não deixe passar em branco

seguir pelo e-mail

críticas

populares

curtidas

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © adora manaus -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...