Posted by : Fred Novaes segunda-feira, 19 de dezembro de 2011


Quando analisamos os descaminhos da sociedade atual, mergulhada numa barbárie pós-moderna exemplificada diariamente pelo noticiário dos jornais, podemos e devemos refletir sobre a necessidade de novas respostas para questões corriqueiras do dia-a-dia. O sexo, por exemplo, é uma dessas questões do nosso cotidiano que merecem uma reviravolta comportamental. Uma nova postura para um novo tempo.

Neste sentido, o movimento pró-virgindade como “Eu escolhi esperar” que vem ganhando força nas redes sociais é uma alternativa interessante. Ele surgiu nas igrejas evangélicas, mas atrai pessoas de outras religiões, como os católicos. A ideia do projeto foi do pastor Nelson Júnior, 35, e ganhou reverberação nas principais redes de relacionamento. São mais de 72 mil seguidores no Twitter (@EscolhiEsperar) e 135 mil fãs no Facebook.

Um dos pontos positivos é mostrar ao jovem ou mesmo ao adulto que optar pelo resguardo do sexo não é uma coisa do outro mundo. Não é atitude de anormal ou de nerd (se bem que os nerds estão na moda hoje, mas eu, por exemplo, nunca tive nada contra os estudiosos, rsrs). É uma simples questão de opção. Assim como as pessoas podem optar pelo Vasco ou pelo Flamengo e por aí vai.

Mas a opção pela virgindade é também uma alternativa bíblica para os não consagrados no casamento que traz no seu íntimo as promessas expressas na Palavra da Vida para aqueles que seguem os seus mandamentos. Deus nos quer puros e santificados, como um vaso ornado para receber o azeite puro do Espírito Santo. É um sacrifício na carne para fortalecer o espírito. É simples assim. E quem se mostra sensível para perceber a unção do Consolador sabe que vale a pena e o sacrifício torna-se numa atitude de grande prazer.

Até porque atualmente o sexo e o dinheiro são os principais instrumentos mundanos utilizados por satanás para dominar a humanidade. A promiscuidade, a volúpia, a infidelidade e outras taras, além da ganância, a avareza e a inveja estão na raiz das principais contendas cotidianas. Basta observar direitinho. Precisamos deixar de ser dominados por essas forças e mostrar que somos senhores de nossos corpos e nossos destinos. Termino com uma citação bíblica:

"Porque, assim o que santifica, como os que são santificados, são todos de um; por cuja causa não se envergonha de lhes chamar irmãos",
Hebreus 2:11

{ 1 comentários... read them below or add one }

  1. Gostei muito!!!
    Assino embaixo!

    Ah se as campanhas contra a Aids incentivassem a castidade ao invés do uso da camisinha......

    ResponderExcluir

Não deixe passar em branco

seguir pelo e-mail

críticas

populares

curtidas

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © adora manaus -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...